Conheça as vantagens das embalagens flexíveis

As embalagens flexíveis tornaram-se um conceito muito utilizado pelas empresas, principalmente no caso da indústria alimentícia, o que leva ao aprimoramento do setor logístico e garante que esse tipo de embalagens favoreçam o armazenamento seguro e o transporte melhor acondicionado, aumentando, assim, a possibilidade de embalagens para entrega.

Pode-se dizer que as embalagens flexíveis atendem às necessidades do consumidor ou do comprador, uma vez que servem para condicionar o produto da melhor forma, evitando que haja defeito ou quebra. Logo, elas são o futuro das transportadoras.

As embalagens flexíveis contribuem para a logística como um todo, percebe? Além de tudo, são compostas por uma série de materiais, de modo a favorecer a maleabilidade.

Mas, o que seriam embalagens flexíveis?
De acordo com a ABIEF (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis), essas embalagens são denominadas dessa forma por dependerem, exclusivamente, do formato físico do produto que será embalado. A espessura também é menor, chegando a ser inferior a 250 micras.

A área de embalagens plásticas foi responsável pela produção de 1.815 toneladas, somente no ano de 2015 (conforme dados apurados por Maxiquim). Seu faturamento foi de R$ 19.6 bilhões. Esse montante, comparado ao ano anterior, teve um acréscimo de 8,4%, como consequência dos investimentos recebidos pelo setor.

Constata-se, então, que o consumidor tenha uma função muito importante para desempenhar nesse processo, já que atualmente seu comportamento reflete uma visão mais sustentável e moderna, apoiando e estimulando o investimento nas embalagens flexíveis.

A indústria de alimentos
Como já dito, é a indústria de alimento é a que ainda detém a maior parcela de produção e utilização de embalagens flexíveis. Nesse setor econômico, utilizam-se 3 tipos de plásticos: PEBDL (polietileno linear de baixa densidade), PEBD (polietileno de baixa densidade) e PP (polipropileno).

É claro que, não é só esse setor em que há um grande investimento nas embalagens flexíveis. Diversos outros segmentos, como presentes, utilidades domésticas, produtos de entretenimento e a indústria de roupas, por exemplo, também podem usufruir dessa nova modernidade.

A combinação perfeita
Existe um documento chamado Perfect Fit, criado pela Flexible Package Europe (FPE) que dita vantagens e benefícios de se utilizar embalagens flexíveis. Como o próprio nome diz, Perfect Fit quer dizer “combinação perfeita”, indicando que o objetivo dessas embalagens é fornecer o acondicionamento ideal (e mínimo) ao produto para que esteja seguro durante o transporte e armazenamento.

Com isso, as vantagens incluem maior sustentabilidade e preservação ao meio ambiente, uma vez que as embalagens flexíveis têm menos componentes plásticos e espessuras menores, poluindo menos a natureza e tornando-se um material cuja reciclagem é mais prática.

Não só isso, mas as embalagens flexíveis servem para se adaptar às dimensões dos produtos, sendo personalizáveis e variadas. Isso quer dizer que, para o processo logístico, essas embalagens agregam muito ao transporte e armazenamento, uma vez que poderão ser entregues e armazenadas em maiores quantidades, reduzindo os custos e melhorando a gestão de estoque, por exemplo.

É interessante notar que, as embalagens flexíveis conseguem tornar-se uma ferramenta de publicidade também importante para os setores, podendo ser utilizada para atrair o público-alvo e facilitar a visualização, marca e identidade do produto. Ou seja, serve como elemento distintivo entre as empresas concorrentes.

Percebe-se o quanto as embalagens flexíveis podem ser o futuro do setor de logística, não é mesmo? Por isso que, pensando nisso, por que você não entra em contato com a Conteflex, estamos preparados para atendê-lo da melhor maneira!

Deixe seu comentário